De diabetes a câncer: nutricionista fala do risco da merenda nada saudável – Campo Grande News

Os perigos atendem pelo nome de salgadinhos prontos, salsicha, refrigerantes e sorvete

Anúncio de refrigerante em frente à escola de Campo Grande. (Henrique Kawaminami)
Anúncio de refrigerante em frente à escola de Campo Grande. (Henrique Kawaminami)

De fácil acesso, inclusive, em ambiente escolar não abrangido pela Lei da Cantina Saudável, as guloseimas representam risco de longo prazo para a saúde de crianças e adolescentes. Os perigos são as doenças crônicas, numa lista que vai de hipertensão ao câncer.

Nesta semana, reportagem do Campo Grande News mostrou que legislação que proibia a venda de doces, refrigerantes e frituras nas escolas da rede estadual, foi sepultada pela Justiça. Enquanto o cardápio saudável nas cantinas de escolas da rede municipal e particular da Capital é uma obrigação.

Presidente das Asman (Associação Sul-mato-grossense de Nutrição), o nutricionista Anderson Holsbach destaca os perigos dos alimentos ultraprocessados: salgadinhos prontos, salsicha, refrigerantes e sorvete.

“Esse tipo de alimento tem composição nutricional desequilibrada, leva ao excesso de peso e também às demais doenças crônicas não transmissíveis. A gente pode citar hipertensão, diabetes, câncer. As crianças estão suscetíveis também a esses problemas”.

Contudo, ao contrário dos adultos, as crianças e adolescentes ainda não estão conscientes dos perigos desses alimentos.

“Por isso, que medidas regulatórias e de proteção são importantes, como as leis. Quando restrinjo o acesso à alimentação não saudável, reduzo o impacto negativo na saúde da criança”, afirma Anderson Holsbach.

Enquete – O Campo Grande News perguntou aos leitores sobre o lanche vendido aos alunos em ambiente escolar. E os relatos são de realidades bem diferentes. Um participante afirma que a oferta de alimentos saudáveis é precária.

Oura leitora lamenta que a cantina na escola virou negócio lucrativo para os donos. “Quero ver ter comida saudável! As crianças não comem nem em casa, imagine na escola!”.

Mas também há quem encontre alimentos saudáveis em ambiente escolar. “Por aqui, nada de frituras, refri ou doces”, diz internauta.

Viva Bem com Diabetes